domingo, março 25, 2012

Escleroterapia com laser–porque não fazemos?

Em nossa prática diária como especialistas em angiologia e cirurgia vascular, ouvimos frequentemente de nossos pacientes a pergunta “o que acha da escleroterapia com laser?” ou “porque não usa o laser?”.
A reposta é muito simples e as razões são várias:
1. Porque a escleroterapia a LASER não funciona tão bem quanto a escleroterapia química, ou seja, aquela escleroterapia em que se utiliza a injeção de produtos esclerosantes.
2. Além de ser menos eficaz do que a escleroterapia química, o uso do laser torna o tratamento muito mais caro. É por esta razão que, atualmente, os tratamento com laser são “complementados” com a escleroterapia química.
3. Ao contrário do que se pensa, a aplicação do laser é dolorosa. A quantidade de disparos de laser, que são dolorosos, para atingir um conjunto de “vasos” é bem maior do que a quantidade de “picadas” na escleroterapia química para esse mesmo conjunto de vasos. Principalmente se for usado um esclerosante no formato de espuma. A espuma tem uma capacidade esclerosante mais intensa do que outros produtos e uma única injeção consegue atingir uma área maior.
Vejam a opinião dos dois mais conhecidos escleroterapeutas norteamericanos. Ambos são dermatologistas (nos Estados Unidos o tratamento das microvarizes raramente é efetuado por cirurgiões vasculares e angiologistas)
Dr. Robert Weiss:
O laser transcutâneo não é a terapia primária para as microvarizes dos membros inferiores. Isto é verdadeiro por várias razões:
  • A absorção física da luz do laser, liberando uma dose ablativa de energia térmica para o vaso dificilmente ocorre sem danificar a pele.
  • O grau de absorção da luz pela pele é altamente variada de paciente para paciente. De tal forma que, mesmo um especialista muito experiente, pode inadvertidamente provocar queimaduras dolorosas da pele que podem resultar em hiperpigmentação ou despigmentação permanente da pele.
  • Para muitos pacientes, os disparos do laser são significativamente mais dolorosos do que as punções com as finíssimas agulhas 30g 1/2 usadas na escleroterapia.
  • Muitas microvarizes estão associadas a veias “nutridoras” que precisam ser tratadas antes usando outras formas de tratamento.
Dr. Micthel P. Goldman:
Uma vez que a escleroterapia tem um custo benefício melhor do que o laser, quando devemos usar esta terapia? Obviamente, pacientes com fobia de agulha tolerarão melhor esta tecnologia mesmo sabendo que a dor é mais intensa do que na escleroterapia.

Quermos, portanto, deixar claro que não se trata de posição pessoal contra o laser ou contra qualquer outra forma de terapia das varizes e microvarizes.
Trata-se, sim, de uma decisão profissional: a escleroterapia faz tudo o que o laser faz e, por outro lado, o laser está ainda muito longe de fazer tudo o que a escleroterapia faz.
Obviamente, cabe a cada paciente decidir qual a forma de tratamento que mais lhe convém.
Dr. José Amorim de Andrade / Dra. Maria de Lourdes Seibel

12 comentários:

Unknown disse...

Obrigada pelo esclarecimento!

JORGE FERRAZ disse...

GOSTARIA DE SABER SE EXISTE ALGUMA RESTRIÇÃO AOS HOMENS DE USAR A ESCLEROTERAPIA (SECAGEM ) POIS DIZEM CONTER HORMÔNIO FEMININOS E É CONTRA INDICADO NOS HOMENS,. EU QUERO FAZER ESSA SECAGEM, POIS ALÉM DO EFEITO ESTÉTICO EU VOU ME SENTIR BEM MELHOR. AGUARDO UMA RSPOSTA

Unknown disse...

HOMENS PODEM FAZER TRATAMENTO DE SECAGEM? pois me disseram que possuem homonios femininos e é contar indicado

dedo na ferida disse...

Os produtos utilizados em escleroterapia química são absolutamente isentos de qualquer componente hormonal masculino ou feminino. Portanto não há esse tipo de restrição concernente ao sexo do usuário deste tratamento. Dr. Amorim

Unknown disse...

Quero saber quanto tempo posso ver diferença no escleroterapia

Unknown disse...

No tratamentos da escleroterapia, as varizes voltam se sim, em quanto tempo ?

Unknown disse...

Com a técnica da escleroterapia, as varizes voltam, se sim em quanto tempo?

Unknown disse...

No tratamentos da escleroterapia, as varizes voltam se sim, em quanto tempo ?

Unknown disse...

No tratamentos da escleroterapia, as varizes voltam se sim, em quanto tempo ?

dedo na ferida disse...

A doença varicosa se caracteriza pelo seu caráter crônico, degenerativo e evolutivo. Essa evolução e a rapidez com que ela se processa é absolutamente imprevisível e varia entre os indivíduos. Em alguns é muito lenta e ou outros extremamente rápida. De forma que é impossível ao profissional de saúde determinar como essa evolução vai se dar ao longo do tempo. Dr. Amorim

Unknown disse...

Tenho hipotireodismo e já consultei vários médicos:Dois me informaram que não adiantaria fazer a secagem por causa da levitiroxina sódica 150mcg que tomo diariamente outros dois disseram que só operando e um tentou fazer as aplicações e eu não vi resultado nenhum . Fiz 4 aplicações em um espaço mínimo e nada sumiu. Como trabalhei vários anos , em pé no comércio, minhas pernas têm muitos vasos expostos.Ah! Como eu gostaria de tratá-las. Este ano faço 50 anos e queria muito ter este presente.

Anônimo disse...

Já não sei o que fazer mais! Faço tratamento pra varizes desde os 13 anos e agora com 36 já fiz tudo e minha perna nunca fica limpa!!!